Animais do nosso mundo

O ser humano é tão cruel, quando se trata de outras vidas!

Resolvi pegar na Declaração Universal dos Direitos dos animais, e colocar alguns vídeos. Espero que a humanidade ganhe consciência de que os animais não estão a ser respeitados perante os seus direitos. Peço-vos, a vós, seres humanos vejam a verdadeira realidade que vos rodeia. Como é do nosso conhecimento, os animais não entendem a nossa linguagem, nem nós, a deles. Por isso, eu serei a voz dos animais. Transmitirei o que eles nos tentam mostrar há muito tempo:

UM, JÁ CHEGA!

O considerado ser humano, também é um ser cruel, insensível, e demasiado violento. O homem ganancioso, ou seja, aquele que detém o “poder”, e que decide pela maior parte da humanidade, explora o mundo animal de forma desumana. Este homem, não olha a meios para atingir os seus fins. A maior parte das pessoas desconhece o que se passa por detrás das “cortinas”, e consome todo o tipo de produtos sem sequer se perguntar como é que eles são produzidos. Atenção, todos os produtos que utilizamos ou que ingerimos, são primeiro testados em animais. Consegues imaginar, quantas vidas são eliminadas à nossa custa? Os circos, os zoológicos, e afins, também exploram os animais de forma dolorosa. Onde, no meio de tantos caprichos, ganância, vaidade, entretenimento, negligência, ficam os direitos dos animais?

(mais…)

Por Ana Fernandes, Há
Animais do nosso mundo

Qualquer animal tem sentimentos…

Os animais (cada um à sua maneira) do nosso planeta sentem como nós, eles têm sentimentos... Eles sentem tristeza, medo, alegria, amor, dor, e a perda de um companheiro. Segundo o vídeo, "aconteceu numa praça, no Japão. Não se sabe como o pássaro morreu. Ele estava ali no asfalto, inerte, sem vida. Seria um fato corriqueiro, mas o fotógrafo fez a grande diferença."

httpvhd://www.youtube.com/watch?v=hTa6YABAiWA

(mais…)

Por Ana Fernandes, Há
Animais do nosso mundo

Há animais que são mais humanos que as próprias pessoas…

Não existem palavras suficientes para descrever o indescritível...

 httpvhd://www.youtube.com/watch?v=Yu4jFzz8NlE&feature=related O segundo vídeo também me emocionou muito. Senti-me triste ao vê-lo… Não só pela perda do cãozinho, mas pelo facto de ter consciência que uma boa parte dos seres humanos não veem o que eu vejo, ou o que eu sinto. Ou seja, muito “boa gente” julga que os animais não sentem. Mas enganam-se! Os animais sentem fome, frio, calor, alegria, tristeza, amor, e dor. Tal e qual como nós! Talvez se sentissem como eu, protegessem mais os animais. Espero que um dia a humanidade desperte, e entenda que é urgente cuidarmos verdadeiramente de todos os animais do nosso belo planeta.

(mais…)

Por Ana Fernandes, Há