A realidade do nosso mundo

Je suis Charlie

Em relação a estas mortes de pessoas inocentes, interrogo-me, será que foram mesmo os "terroristas"? Ou tal não convinha aos governos? A dúvida na minha cabeça permanece. Com isto, não quero formular teorias da conspiração, mas por vezes, o que aparenta ser não o é, esta é uma verdade! "Eu sou um Charlie" e todos deveríamos de o ser, mas não somente quando estes actos terroristas acontecem, e sim todos os dias! A verdade deveria de ser descoberta, e é simples sentir-se quando algo é verdade. Mas as sociedades dos dias de hoje, infelizmente são constituídas de pessoas adormecidas... (mais…)

Por Ana Fernandes, Há
A realidade do nosso mundo

Albinismo: preconceito, perseguição, mutilação, assassínios…

São raras as vezes que ouvimos as palavras, albinismo ou albino. Por saber que existem muitas pessoas que desconhecem tais conceitos decidi escrever sobre este tema.

Espero que os seres humanos entendendam que os albinos são seres humanos exactamente iguais às pessoas consideradas "normais".

O que os diferencia dos restantes humanos é a cor da pele, dos olhos e do cabelo. Um outro aspecto que os distingue, são as suas limitações físicas. Visto que não podem apanhar sol, pois é demasiado prejudicial para a sua saúde. Tudo o resto é exactamente igual a um outro ser humano.

Levam uma vida normal ou tentam que assim seja, visto que existem muitas pessoas preconceituosas. Em África, chegam ao cúmulo de matarem os albinos.

Pessoalmente, custa-me aceitar o que os meus semelhantes fazem com outros nossos semelhantes!

Na minha opinião, o ignorante é aquele que se julga demasiado sabedor, mas na realidade tudo ignora!

Por ignorarem, por não se informarem, discriminam os outros que julgam diferentes. Que por sua vez, levam os mais influenciáveis também a discriminar.

Pobre daquele que não tem uma opinião própria, livre das opiniões dos demais!

Se pensassem por si, talvez reflectissem um pouco no sofrimento que causam às pessoas.

Nunca irei entender os seres humanos! Principalmente os que se acham perfeitos. Os que têm uma ideia preconcebida de normalidade. Estas pessoas discriminam tanto os seres humanos de pele escura, como as pessoas de pele clara, neste caso, os albinos.

Quando será que o ser humano irá entender que o exterior pode ser diferente, mas o interior é igual em todos nós?

Apesar de muitas pessoas acharem o contrário, eu afirmo que os albinos não são monstros! Assim como, eles também não possuem poderes mágicos, como muitos povos em África acreditam.

Os albinos são pessoas iguais a qualquer outra ou talvez melhores, e mais sensíveis. No sentido de que todos os dias lutam e tentam vencer a discriminação, o preconceito, a perseguição.

Se leste esta minha pequena reflexão espero que tenhas curiosidade de continuar a ler este texto. Irá ajudar-te a entender o que é o albinismo. Assim como, porque é que assassinam tantos albinos em África.

E quiçá, ajudares as pessoas que te rodeiam a pensar de forma diferente. Levá-las a entender que não se deve julgar um outro ser humano somente pela sua aparência.

Nastya Zhidkova

Nastya Zhidkova, modelo russa (albina).

(mais…)

Por Ana Fernandes, Há
As nossas sociedades

Perigo para a saúde: McDonald’s

Nos dias de hoje, as grandes empresas só têm um objectivo, lucrar cada vez mais. E não olham a meios para atingir os seus fins.

Neste caso, a McDonald's ignora, para seu benefício, os danos que causa na saúde dos seres humanos que se alimentam com os seus produtos.

Visualiza o documentário, pois é bastante elucidativo.

(mais…)

Por Ana Fernandes, Há