Gostava que as pessoas entendessem, tivessem consciência que o próprio homem está a prejudicar a qualidade de vida da humanidade, e do planeta (o único que temos). 

Se observarmos com atenção, verificamos que o mundo gira à volta do consumismo exacerbado.

Pergunto-te, já paras-te para pensar nas tuas ações, nas tuas escolhas, no teu comportamento consumista? 

Já refletiste sobre o porquê das pessoas serem tão obcecadas pelo consumo?

A resposta é muito simples. 

Todos os dias, e repetidamente, estamos a ser “bombardeados” com todo o tipo de publicidade vinda de várias direções. Seja através da publicidade colocada em painéis (por exemplo, nas auto-estradas), ou de cartazes colocados em locais públicos (por exemplo, nas paragens de autocarro, nas estações de comboio, e dentro deste, nas lojas, nos cafés, nos centros comerciais). 

Seja através da publicidade na televisão, na rádio, no telemóvel, nas revistas, nos jornais, na caixa de correio, entre tantas outras. 

Com tudo isto, quero dizer que são as publicidades que nos influenciam a consumir. São elas que nos criam desejos na mente, e nos provocam a vontade de querer possuir determinado produto.

Somos escravos do consumismo!

O que leva muitas pessoas a desesperarem, e a endividarem-se, em prol desta atividade prejudicial (quando em excesso).

Atualmente, o consumismo tornou-se um hábito. Inconscientemente, as pessoas deixam-se levar pelo que está na moda. Logo, pelas publicidades. A pessoa no momento até pode achar determinado produto interessante. Mas quando o tem em sua posse pode chegar à conclusão que nem é assim tão útil, e põe-no para o lado. Esta ação não pensada prejudica-o, e ao planeta. Mais tarde, ele será descartado. Ou seja, o produto irá parar ao lixo. O que significa poluição.
Na minha opinião, as pessoas deveriam de pensar diferente. Por exemplo, se hoje compram uma camisola ou umas calças, amanhã, depois de amanhã, e depois de um outro amanhã, ainda as poderão usar. Infelizmente, o facto de amanhã já não estar na moda leva a que a maioria das pessoas compre mais roupa. Isto acontece não só com a roupa, mas com variadíssimos produtos. 

Dei-te este pequeno exemplo só para te mostrar que se conseguires ver para além do que os teus olhos veem, verás que o facto de a maioria das pessoas deixarem de usar hoje, origina mais produção em massa amanhã, mais poluição.

Quem é prejudicado?

O nosso planeta, e nós mesmos!

Já paraste para pensar na quantidade de artigos que todos os dias são produzidos? Na quantidade de produtos que todos os dias vão parar ao lixo?

Se conseguires imaginar verás uma triste realidade. Irás aperceber-te que estamos a transformar o nosso planeta numa autêntica lixeira gigante.

Por favor, sê consciente! Sê contido na aquisição seja do que for.

Por vezes penso, se só precisamos de uma caneta ou de um lápis, porque é que existe tanta variedade de canetas e de lápis no mercado? Precisamos verdadeiramente de todos eles? O que os diferencia é somente a marca de cada um…

O mesmo poderia perguntar, para tantos outros produtos existentes no mercado. Todos eles repetidos, diferentes (como referi) só na marca.

O homem coloca esta multiplicidade de produtos à venda somente com a intenção de lucrar, e nada mais do que isso. Sinceramente, tudo isto é desnecessário. Porque polui o planeta cada vez mais, e prejudica a saúde das pessoas, e a dos animais. 

Realmente, o homem tornou-se demasiado ambicioso, não olha a meios para atingir os seus fins. Não pensa no planeta. Este deveria de ser entregue às futuras gerações, saudável.

Pergunto-me, será que para estas pessoas não existem coisas mais importantes na vida, do que o dinheiro?

Não consigo entender este tipo de mentalidade!

Há pessoas que apanham depressões profundas porque não têm possibilidades financeiras de acompanhar o consumismo.

Não te tornes escravo deste vício!

Para além de todos os produtos que são produzidos, e da poluição originada durante o processo de fabricação, aflige-me também a quantidade de plástico utilizado para envolver certos produtos. Será mesmo necessário tanto invólucro? 

Claro que não! 

Mas, infelizmente, há também quem lucre com isto…

Lamentavelmente, o plástico que envolve os produtos é inútil para as pessoas. Assim que chegam a casa, ele é descartado, e vai parar ao lixo. Ou fica espalhado no meio ambiente, poluindo-o. Por exemplo, os oceanos estão repletos de plástico, o que prejudica a saúde de todos os seres que neles habitam. Assim como, também prejudica a saúde humana. Nós alimentamo-nos de peixes.

Poderia estar aqui a descrever mais exemplos das ações erradas que praticamos. Dos produtos fúteis que compramos desnecessariamente. Do quanto poluímos o nosso belo planeta. Mas, para um bom entendedor meia palavra basta. Acredito que esta pequena reflexão te ajudará a ser um pouco mais consciente nas tuas escolhas. Tem sempre em mente que o consumismo em excesso é muito prejudicial.

Para finalizar, peço-te que observes o espaço onde te encontras. Olha para a quantidade absurda de objetos, roupas, bijutarias, material escolar, eletrodomésticos, tecnologia que te rodeiam… Agora pensa, “eu preciso mesmo de tudo isto?”

Talvez chegues à conclusão que a maior parte das coisas que tens são desnecessárias…

Lembra-te, na hora de comprares seja o que for, sê consciente! 

Se não o fizeres quem sofre as consequências é o planeta, e tu próprio, que também és afetado com a poluição. Esta é demasiado nociva.

Age de forma correta, e incentiva os outros a fazê-lo. Deste modo, estaremos a construir um mundo melhor de se habitar. 

Categorias: As nossas sociedades

1 comentário

Walter Candido · 25 de Abril de 2010 às 12:50

“O homem depende de seu pensmento.”
Mokiti Okada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

A realidade do nosso mundo

Je suis Charlie

Em relação a estas mortes de pessoas inocentes, interrogo-me, será que foram mesmo os “terroristas”? Ou tal não convinha aos governos? A dúvida na minha cabeça permanece. Com isto, não quero formular teorias da conspiração, Ler mais…

A realidade do nosso mundo

Albinismo: preconceito, perseguição, mutilação, assassínios…

São raras as vezes que ouvimos as palavras, albinismo ou albino. Por saber que existem muitas pessoas que desconhecem tais conceitos decidi escrever sobre este tema. Espero que os seres humanos entendendam que os albinos são seres Ler mais…

As nossas sociedades

Perigo para a saúde: McDonald’s

Nos dias de hoje, as grandes empresas só têm um objectivo, lucrar cada vez mais. E não olham a meios para atingir os seus fins. Neste caso, a McDonald’s ignora, para seu benefício, os danos Ler mais…