Resolvi abordar este tema para que tenhas conhecimento da crueldade cometida contra os rinocerontes.

Actualmente, existem cinco espécies de rinocerontes, duas em África e três na Ásia.

E eles são, o Rinoceronte Indiano, tem um só chifre e vive na Ásia; o Rinoceronte Branco, tem dois chifres e vive em África; o Rinoceronte Java (está quase extinto) tem um chifre e vive na Ásia (Indochina, Nepal, Java, Malásia, Sumatra e Assam); o Rinoceronte Negro, tem dois chifres e vive em África (região sul) e é muito caçado; e por último o Rinoceronte de Sumatra, tem dois chifres e vive na Ásia (Sumatra, Tailândia, Malaca, e Bornéu). Deste último, só existem cerca de 300 no mundo (http://www.infoescola.com).

Estes maravilhosos seres habitam a Terra à 5 milhões de anos. Mas infelizmente correm o risco de extinção, pois o homem decidiu exterminá-los em prol de lucros. Os chifres dos rinocerontes são demasiado valiosos no mercado negro. Na actualidade, a situação destes seres indefesos piorou bastante.


Para que tenhas uma ideia, em África, onde vivem 70% a 80% da população mundial de rinocerontes, o aumento da caça ilegal disparou. “Em 2010, foram mortos na África do Sul 333 rinocerontes, no ano seguinte, o número aumentou para 448, e se a tendência dos primeiros seis meses de 2012 se mantiver, este poderá a vir a ser mais um ano trágico para os rinocerontes sul-africanos, com uma população calculada em cerca de 20 mil animais”, (http://sol.sapo.pt/inicio/Internacional/Interior.aspx?content_id=52698).

Sinto-me indignada de saber que o homem é responsável pela extinção destas e de outras espécies, é lamentável!

Se pensares um pouco, até aos dias de hoje estes seres maravilhosos sobreviveram a várias eras, mas infelizmente à “Era do Dinheiro” não estão a conseguir sobreviver. É demasiado triste o homem só se interessar em enriquecer, à custa da morte de seres que não têm culpa da sua ganância, ambição.

Até quando o homem irá continuar com estas atitudes?

Durante centenas de anos, até aos dias de hoje, os rinocerontes são mortos para lhes removerem os chifres. Estes, são vendidos em pó, na Ásia. Pois uma boa parte dos asiáticos acreditam que este pó combate várias doenças, como por exemplo, febre, artrite, cancro, entre outras. Também considerado afrodisíaco. Mas na realidade a ciência provou que o pó dos chifres dos rinocerontes não tem efeito terapêutico algum. Pois os chifres são constituídos de queratina, este material encontra-se, por exemplo, nas unhas humanas.

Porque é que em pleno século XXI, este povo ainda acredita em crenças ultrapassadas? Nunca irei entender!

O pó do chifre do rinoceronte é o produto natural mais caro do mundo. “A sua procura é de tal forma elevada que chega a custar 60 mil libras (68.887 euros) o quilo de pó, duas vezes o valor do ouro” (http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1949015&seccao=Europa).

Deste modo, compreende-se a existência de tantos caçadores ilegais, pois estes ganham quantias exorbitantes de dinheiro.

O que os incentiva a outros actos, por exemplo, um grupo de criminosos de origem irlandesa, para responder à procura do mercado asiático, foi o responsável pelo roubo de chifres de rinocerontes na Europa.

Foram roubados chifres do “Museu de Ipswich, Reino Unido; colecções de cornos de rinoceronte de uma empresa de leilões de arte de Stansted Mountfitchet, Essex e do Educational Museum de Haslemere, Surrey; do Museu de Liège, na Bélgica; do Instituto Real Belga para as Ciências Naturais, em Bruxelas, tendo levado mesmo a cabeça de um rinoceronte negro datada de 1827. Houve 20 roubos na Europa: Portugal, França, Alemanha, República Checa, Suécia, Bélgica e Reino Unido” (http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1949015&seccao=Europa).

Outro fato que me deixa ainda mais chocada, é saber que na África do Sul, existem diversas agências de turismo que promovem pacotes para a “matança” destes belos animais. É muito triste saber que o homem é demasiado ignorante, demasiado insensível.

Porque é que o homem vive tão obcecado pelo dinheiro que não o deixa ver verdadeiramente a beleza destes animais? Vá-se lá entender!

Estes ditos “pacotes de matança” ao rinoceronte, são utilizados pelos asiáticos que são adeptos deste tipo de prática. “O preço da expedição varia de acordo com o animal. Atirar num rinoceronte, por exemplo, custa US$ 126,000” (http://mannual.com.br).

Torna-se muito difícil proteger estes animais, pois nos dias de hoje a caça ilegal ao rinoceronte modernizou-se de tal forma que os caçadores furtivos usam sofisticados equipamentos, como helicópteros, GPS, binóculos de visão nocturna e armas de grosso calibre, o que contribui para a fácil localização do pobre animal.

“A corrupção existente entre funcionários dos diversos departamentos estatais e fazendas privadas onde são criados rinocerontes (http://www.jn.pt)”, também têm contribuído para a situação crítica em que se encontram os rinocerontes.

Quando caçam este animal indefeso, alguns são imediatamente mortos, mas infelizmente, outros são encontrados ainda vivos e a sofrer! Pois os caçadores só os anestesiaram com dardos, e em seguida, serram-lhes o chifre.

Outros, são atingidos por balas que os deixam muito feridos e depois é-lhes tirado (à força) o chifre.

São demasiado cruéis estas acções do homem, que se diz tão inteligente!

As mortes dos rinocerontes adultos condenam também à morte as suas crias. Portanto, um terço das mortes ilegais acontecem em fêmeas, e as crias não sobrevivem sem os cuidados da sua mãe.

Na actualidade, existem cerca de 25 mil rinocerontes em todo o mundo, quatro destas espécies estão ameaçadas de extinção.

Como vimos, a caça é uma das principais causas desta lamentável situação. A outra causa, deve-se à desflorestação.

Quando é que chegará o dia em que o homem irá entender que o dinheiro não é o mais importante à face da Terra? Quando?

Só com a ajuda dos homens racionais e sensíveis é que poderemos fazer algo para mudar a situação dos rinocerontes. Só espero que os consigamos salvar da iminente extinção.

Por favor, assina a petição abaixo, obrigada!

http://www.avaaz.org/po/save_rhinos/


1 comentário

Vagner Rodrigues · 11 de Fevereiro de 2017 às 13:54

Belo artigo, tanto quanto triste também!
Lamentavelmente, o ser humano quanto mais estúpido, mais soberbo e prepotente.
A insanidade beira o descontrole, já que estamos num dos momentos mais ricos em informações de toda história.
O flagelo à mãe natureza acaba por ser um auto flagelo e terá consequências dramáticas ao próprio ser humano.
Já que tantos têm a Física como mãe de todas as religiões, estão se esquecendo da terceira lei de Newton que diz
“ A toda ação há sempre uma reação oposta e de igual intensidade: as ações mútuas de dois corpos um sobre o outro são sempre iguais e dirigidas em sentidos opostos.”
A lei de Ação e Reação é inexorável.
Não nos esqueçamos disto!
Enfim, não estamos falando de Homens, mas de primatas, de hominídeos que elevam suas paixões animais acima do intelecto!
Paz à todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Animais do nosso mundo

Estamos na Era do Holocausto Animal, cabe-te a ti decidir mudar!

Visualiza este vídeo e passa a quem conheças.  Juntos podemos fazer a diferença! Quem conseguir mudar os seus hábitos, não estará a contribuir para tal crueldade!

Animais do nosso mundo

Estamos a transformar os belos elefantes em assassinos de seres humanos, lê e descobre porquê!

Se o homem entendesse quantas espécies se extinguiram e quantas estão em vias de extinção, devido à sua irracionalidade, talvez começasse a olhar para os animais com outro olhar. Um olhar profundo, interrogador, não para Ler mais…

Animais do nosso mundo

Crueldade infligida aos tubarões! Basta!

Antes de abordar o tema principal, quero que saibas que os tubarões não são “assassinos sanguinários”, é um mito! “Não mais que doze pessoas por ano são mortas por tubarões pelo mundo. De fato, é Ler mais…