Quantas pessoas se cruzam connosco durante o tempo das nossas vidas?

Quantas pessoas nos marcam para sempre?

Quantas pessoas se ausentam das nossas vidas?

Quantas pessoas que gostávamos ou que conhecíamos morreram?

Quantas pessoas nos magoam?

Quantas pessoas nos compreendem?

Quantas pessoas nos conhecem verdadeiramente?

Quantas pessoas são interesseiras?

Quantas pessoas são sinceras para connosco?

Quantas pessoas nos amam?

Quantas pessoas nos assustam?

Quantas pessoas nos maltratam?

Quantas pessoas nos fazem sorrir?

Quantas pessoas nos ajudam a levantar, quando mais precisamos?

Quantas pessoas nos derrubam, passam por cima de nós?

Quantas pessoas nos inferiorizam propositadamente?

Quantas pessoas nos metamorfoseiam ou quantas ajudamos nós a transformar?

Quantas pessoas nos deram realmente de si?

Quantas pessoas conhecemos?

Quantas pessoas nos decepcionam?

Quantas pessoas nos elogiam?

Quantas pessoas nos invejam?

Quantas pessoas nos beijam?

Quantas pessoas nos desejam mal?

Quantas pessoas nos abraçam?

Quantas pessoas nos fazem felizes?

Quantas pessoas connosco sofreram?

Quantas pessoas nos valorizam?

Quantas pessoas são nossas amigas?

Quantas pessoas são nossos familiares?

Quantas pessoas que passam por nós que não conhecemos?

Quantas pessoas desconhecidas ajudamos?

Quantas pessoas, desde que nascemos, milhares talvez… ou talvez mais… elas irão continuar a aparecer, e a desaparecer,  até ao dia da nossa morte…

Este cruzamento constante de vidas, leva-me a reflectir, que o mais importante não é a quantidade de pessoas, mas a qualidade de cada uma delas.






Categorias: As minhas reflexões

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

As minhas reflexões

A vida é um caminho…

A vida é um caminho que todos nós temos de percorrer. Por vezes, este caminho transforma-se num subida bastante íngreme, muito custosa de subir. A caminhada é difícil, pois tem-se a sensação que se caminha Ler mais…

As minhas reflexões

A natureza é tudo isto, e muito mais!

Consegues imaginar um poema, como sendo o mais belo, o mais profundo, o mais sensível, o mais delicado, o mais artístico que alguma vez existiu? Pois bem, a natureza é tudo isto e muito mais! Ler mais…