Se não gritasses.

Se não sorrisses.

Se não sentisses.

Se não idolatrasses.

Se não chorasses.

Se não caísses.

Se não te magoasses.

Se não saltasses de alegria.

Se não vencesses.

Se não amasses.

Se não te arrependesses.

Se não perdesses.

Se não te ferisses.

Qual seria o sentido de se viver?

A essência da vida é tudo isto e muito mais!

Se tudo fosse fácil como é que apreciaríamos as coisas boas da vida?

A vida é feita de experiências e à que se crescer com todas elas. Sejam elas boas ou más.

Por isso, nunca te lamentes por algo que tenha corrido mal. Entende que faz parte da vida as coisas darem certo ou não. 

Portanto, todas as experiências pelas quais passas são imprescindíveis para a formação da tua personalidade. São elas que te tornam no que tu és hoje, e no que serás amanhã. 

Lembra-te segue sempre o teu coração, e nunca as ideologias dos outros. Sê sempre tu mesmo em todas as circunstâncias da vida. Deste modo, serás sempre genuíno para contigo, e para com os outros.

Vive a vida, e aproveita cada momento com todos os teus sentidos. Pois todos eles são irrepetíveis! 

 

Nosce te ipsum! (conhece-te a ti mesmo!)

Categorias: As minhas reflexões

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

As minhas reflexões

Quantas pessoas…

Quantas pessoas se cruzam connosco durante o tempo das nossas vidas? Quantas pessoas nos marcam para sempre? Quantas pessoas se ausentam das nossas vidas? Quantas pessoas que gostávamos ou que conhecíamos morreram? Quantas pessoas nos Ler mais…

As minhas reflexões

A vida é um caminho…

A vida é um caminho que todos nós temos de percorrer. Por vezes, este caminho transforma-se num subida bastante íngreme, muito custosa de subir. A caminhada é difícil, pois tem-se a sensação que se caminha Ler mais…