Tenho refletido sobre momentos de transição.

As transições quando nos acontecem podem deixar-nos admirados, ao mesmo tempo maravilhados. Porque é interessante de se observar, de se sentir cada uma delas.

Vejamos, desde crianças que vestimos uma determinada pele. Para facilitar o vosso raciocínio, vamos imaginar a “pele” como sendo um casaco que nos vestiram, ou melhor muitos casacos sobrepostos. Então, cada casaco corresponde a algum tipo de conhecimento que apreendemos. Portanto, estamos repletos de imensas peles que transportam vários tipos de conhecimento. Muito dele obsoleto.

Algumas das peles, também transportam experiências passadas.

Pensamentos negativos, e repetitivos.

Caminhos sem saída.

Ilusões.

Desilusões, e tantos outros.

Os momentos de transição, são os instantes em que te apercebes das mudanças em ti. Portanto, é quando te dás conta de que perdeste uma pele (ou um casaco, como querias imaginar). Todas estas peles são desnecessárias, por isso vão ficando pelo caminho.

À medida que vais crescendo mentalmente, automaticamente sofres uma bela metamorfose.

Esta transformação, irá fazer-te entender imensas coisas, principalmente muitas delas passadas. Compreenderás o que é essencial na tua vida. O que não é!

Lutarás até ao fim, por um (ou vários) sonho. Isto, sem nunca baixares os braços.

Pensarás todos os dias positivo. Mesmo que agora penses o contrário.

Irás sorrir quando algo de errado (ou considerado “mau”, embora seja só uma questão de interpretação) te acontecer. Porque sabes que esse errado irás perder. É somente uma pele. De tantas outras que aparecerão, e se perderão. Até atingires um patamar, onde te sentirás em paz, feliz, com asas para voar, para sonhar, para lutar, para realizar, para criar… Neste local, só terás uma única pele.

Não desistas de ti, procura-te!

Eu sei que todos nós nos podemos encontrar.

Categorias: As minhas reflexões

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

As minhas reflexões

Quantas pessoas…

Quantas pessoas se cruzam connosco durante o tempo das nossas vidas? Quantas pessoas nos marcam para sempre? Quantas pessoas se ausentam das nossas vidas? Quantas pessoas que gostávamos ou que conhecíamos morreram? Quantas pessoas nos Ler mais…

As minhas reflexões

A vida é um caminho…

A vida é um caminho que todos nós temos de percorrer. Por vezes, este caminho transforma-se num subida bastante íngreme, muito custosa de subir. A caminhada é difícil, pois tem-se a sensação que se caminha Ler mais…